sexta-feira, 2 de março de 2007

Até sempre, Campeão!

Na tarde de ontem, o futebol internacional perdeu um dos melhores guarda-redes de sempre.

Sim, digo mesmo internacional. Porque se o capital não tem pátria, o mesmo se pode dizer do puro talento. De tempos a tempos, surge um ou outro jogador que nos maravilha, que nos leva a sonhar, que nos inspira a superar-nos.

Desses jogadores, ninguém diz "é um grande jogador argentino, é um grande jogador italiano, é um grande jogador português". Não. São, pura e simplesmente, grandes jogadores. É um lote selecto, esse que ultrapassa os grilhões da nacionalidade (ou do nacionalismo, a meu ver), sendo muito poucos os que têm lugar nesse panteão.

Manuel Galrinho Bento pertence a esse escol, apenas alcançável a alguns jogadores portugueses. Pelo talento, pela raça, pelas defesas, pelas vitórias, pelos títulos e, acima de tudo, pela dedicação ao Desporto Rei.

Como é possível, perguntam uns, que esse colosso, esse Aquiles que, deslocando-se a Lisboa para assistir à gala de aniversário do seu clube de sempre, tenha perdido a vida no dia seguinte?

Assim é a vida, imprevisível, incalculável, injusta. Quis o Destino que Bento não conseguisse fazer esta defesa, deixando-nos aos 58 anos.

Nem mesmo os melhores guarda-redes conseguem fazer certas defesas.

Descansa em paz, Manuel Bento.

Até sempre, Campeão!

FORÇA BENFICA!

3 comentários:

Deusébio disse...

Foi mesmo mto estranho vê-lo tão animado na 4ªfeira, na gala do Benfica e dps no dia seguinte receber esta tragica noticia!

Enfim, tal como disses-t são defesas que nng consegue fazer!!

Até sempre campeão e melhor guarda-redes português!

Descansa em paz!

João Cannavaro disse...

Até sempre!

Dnase disse...

De todos os presente, acho que fui o que mais acompanhei a brilhante carreira do Bento. Sim, porque à 20 anos atrás eu ia ao futebol, tudos os 15 dias, e lembro-me quem mais gostei sempre foi do Bento. E continuo a achar que a culpa de não termos ido mais longe no campeonato do mundo de 1986 foi do Bento não ter jogado mais.

Um sentido Adeus.